Artigo anterior
Próximo artigo
ROA e ROE - o que eles são, fórmulas e como relacioná-los.

ROA e ROE - o que eles são, fórmulas e como relacioná-los.

1/3/2023

-

7 min

O ROA (Return on Assets) e o ROE (Return on Equity) são rácios de rentabilidadeEles relacionam elementos da Demonstração de Resultados de uma empresa com elementos do Balanço em uma data limite, a fim de obter indicadores relacionados com o benefício que a empresa proporciona a seus investidores.

O que é o ROA?

ROA é a relação de retorno sobre ativos, que relaciona o EBIT, ou lucro operacional antes de juros e impostos, ao ativo total da empresa.

Nesta relação, o EBIT representa o valor das unidades monetárias que permanecem na empresa quando as despesas operacionais totais são deduzidas das receitas totais da empresa diretamente derivadas de suas próprias atividades principais, incluindo a dedução da depreciação e amortização, antes dos juros ou encargos financeiros e impostos.

O valor do lucro operacional, ou seja, o EBIT, é comparado com o valor do total do ativo no Balanço na mesma data. A porcentagem entre os dois valores dá a relação entre o lucro e o ativo total.

O ROA pode então ser definido como as unidades monetárias obtidas para cada unidade monetária de investimento feito na empresa, portanto, esta relação mede a eficiência da administração na utilização de todos os ativos da empresa para gerar lucros operacionais.

O objetivo do ROA é determinar a capacidade de remunerar o total dos ativos investidos na atividade comercial.

Como calcular o ROA? Fórmula.

Para calcular o ROA, existe uma fórmula simples, que relaciona o EBIT ao ativo total. Pode ser visto abaixo. 

ROA = EBIT / Ativo Total

O valor ideal de ROA deve estar acima de 5% para demonstrar a viabilidade comercial.

O que é ROE?

ROE é o índice de retorno sobre o patrimônio líquido, que relaciona o lucro ou resultado líquido do ano corrente com o patrimônio líquido total da empresa, ou seja, seu capital, mais reservas, mais resultados de anos anteriores e resultados do ano corrente.

O ROE também é chamado de índice de rentabilidade financeira, pois relaciona o comportamento de vários fatores e mostra o retorno sobre o patrimônio líquido.

ROE tem como objetivo medir a capacidade da empresa de remunerar seus proprietários ou acionistas.

Para os investidores, o ROE representa o custo de oportunidade dos fundos que eles mantêm investidos na empresa e permite comparar, pelo menos inicialmente, com os retornos que eles podem obter em investimentos alternativos.

ROE é um dos rácios mais importantes em finanças corporativas porque permite uma comparação de retornos, independentemente do setor ou jurisdição em que a empresa opera.

Como calcular o ROE? Fórmula.

Para calcular o ROE, existe uma fórmula simples, que podemos ver abaixo.

ROE = Lucro Líquido / Patrimônio Líquido

O valor ROE obtido é comparado com o valor ROE projetado pelos investidores ou comparado com o valor ROE de outros projetos, a fim de analisar os custos de oportunidade dos investimentos.

Conteúdo relacionado

Como são relacionados ROA e ROE?

Para maximizar a rentabilidade financeira ou ROE, isso dependerá de um aumento do lucro líquido e de uma menor contribuição de capital e resultados, ou seja, dos fundos próprios da empresa. 

Entretanto, o lucro líquido depende basicamente da geração do EBIT da empresa, o que leva a concluir que a maximização do ROE depende, por sua vez, do aumento da rentabilidade econômica e da estrutura de financiamento.

É essencial utilizar ROA e ROE para avaliar a situação real de rentabilidade da empresa. A comparação destes dois indicadores determinará a estrutura financeira ideal para o crescimento da empresa.

O efeito de alavancagem financeira é o resultado da relação entre fontes próprias e externas de financiamento e o efeito que tem sobre os resultados da empresa. A administração deve considerar a gestão ativa da alavancagem financeira, dado o efeito que ela tem sobre a rentabilidade financeira ou ROE dos acionistas ou proprietários.

O efeito de alavancagem financeira consiste em analisar a diferença entre ROE e ROA para uma tomada de decisão eficiente. O resultado pode ser:

- Positivo: ROE maior que ROA. Neste caso, parte do ativo foi financiado com dívidas, conseguindo assim um aumento na rentabilidade financeira.

- Nulo ou Zero: ROE igual a ROA. Neste caso, a empresa não tem dívidas, pois todos os ativos são financiados com fundos próprios, seja capital aportado por seus proprietários ou rentabilidade obtida pela empresa.

- Negativo: ROE menor que ROA. Neste caso, o custo médio da dívida é maior do que a rentabilidade econômica obtida pela empresa.

9 razões para reduzir os riscos nos processos de aquisição
Baixe nosso aplicativo

Artigos relacionados

Índice de liquidez. Interpretação e como calculá-la

Índice de liquidez. Interpretação e como calculá-la

O índice de liquidez é um dos rácios mais importantes para a gestão econômica de uma empresa. Eis como calculá-lo e interpretá-lo

1.3.2023
-
Leia o artigo
Índices financeiros. O que eles são e que tipos existem

Índices financeiros. O que eles são e que tipos existem

Os índices financeiros são fundamentais para a gestão econômica das empresas. Descubra os tipos de rácios financeiros que existem.

1.3.2023
-
Leia o artigo
Índices de solvência: O que é isso e como calculá-lo?

Índices de solvência: O que é isso e como calculá-lo?

O índice de solvência é um indicador financeiro que ajuda a examinar a saúde econômica de uma empresa.

1.3.2023
-
Leia o artigo

Inscreva-se

Assine a nossa newsletter

Não me interressa